Mensagens do Papa Francisco sobre as mulheres

papa_francisco_com_jovens_001
Constantemente o Papa Francisco tem manifestado o valor da mulher para a Igreja e para o mundo atual. Neste dia 8 de março, em que se celebra o Dia Internacional da Mulher, apresentamos algumas palavras do Papa Francisco sobre as mulheres.

Papa Francisco recebe mulher em audiência no Vaticano
“As primeiras testemunhas da Ressurreição são as mulheres. E isto é bonito. Esta é um pouco a missão das mulheres: mães e mulheres! Dar testemunho aos filhos e aos pequenos netos, de que Jesus está vivo, é o Vivente, ressuscitou. Mães e mulheres, ide em frente com este testemunho! Para Deus o que conta é o coração, quanto estamos abertos a Ele, se somos filhos que confiam. Isto leva-nos a meditar inclusive sobre o modo como as mulheres, na Igreja e no caminho de fé, tiveram e ainda hoje desempenham um papel especial na abertura das portas ao Senhor, no seu seguimento e na comunicação do seu Rosto, pois o olhar de fé tem sempre necessidade do olhar simples e profundo do amor”.
3 de Março de 2013, Praça de São Pedro, no Vaticano
Audiência Geral
Papa recebe ovelha no dia de Santa Inês
“Eu gostaria de ressaltar que a mulher tem uma sensibilidade particular pelas ‘coisas de Deus’, sobretudo para nos ajudar a compreender a misericórdia, a ternura e o amor que Deus tem por nós. Gosto de pensar também que a Igreja não é ‘o’ Igreja, mas ‘a’ Igreja. A Igreja é mulher, é mãe, e isto é bonito. Deveis pensar e aprofundar isto”.
12 de outubro de 2013, Sala Clementina, no Vaticano
Discurso aos participantes do Seminário sobre a Carta Apostólica Mulieris Dignitatem,
de João Paulo II
Leia a Carta Apostólica na íntegra.
Papa e as irmãs
“Pensem em uma Igreja sem as irmãs! Não se pode pensar: elas são esse dom, esse fermento que leva adiante o Povo de Deus. São grandes estas mulheres que consagram a sua vida a Deus, que levam adiante a mensagem de Jesus”.
2 de fevereiro de 2014, Praça São Pedro, no Vaticano
Festa da Apresentação de Jesus no templo e Dia da Vida Consagrada
Papa Francisco com jovens
“Os dotes de delicadeza, sensibilidade e ternura peculiares, que enriquecem o espírito feminino, representam não apenas uma força genuína para a vida das famílias, para a propagação de um clima de serenidade e de harmonia, mas uma realidade sem a qual a vocação humana seria irrealizável. E isto é importante! Sem estas atitudes, sem estes dotes da mulher, a vocação humana não consegue realizar-se!”.
25 de Março de 2014, Sala Clementina, no Vaticano
Discurso do Papa Francisco às participantes no Congresso Nacional do Centro Italiano Feminino
Papa cumprimenta religiosas
“Com efeito, ‘a Igreja reconhece a contribuição indispensável da mulher na sociedade, com uma sensibilidade, uma intuição e certas capacidades peculiares que normalmente são mais características nas mulheres do que nos homens… Vejo com prazer como muitas mulheres… oferecem novas contribuições para a reflexão teológica’ (Exortação Apostólica Evangelii gaudium, 103). Assim, em virtude do seu gênio feminino, as teólogas podem lançar luz, para o bem de todos, em certos aspectos inexplorados e profundos do mistério de Cristo. Eu convido todos vocês a aproveitar as contribuições que essas mulheres podem dar em assuntos específicos em matéria de fé”.
5 de Dezembro de 2014, Sala do Consistório, no Vaticano
Discurso a teólogos da Comissão Teológica Internacional
Fevereiro 2014 – Papa cumprimenta dançarinas do Sri Lanka
“As mulheres têm muito a dizer-nos na sociedade atual. Às vezes somos demasiado machistas, e não deixamos espaço à mulher. Mas a mulher sabe ver as coisas com olhos diferentes dos homens”.
18 de Janeiro de 2015, na Universidade de São Tomás, em Manila, Filipinas
Encontro com os jovens
Papa cumprimenta mulheres que foram escravas sexuais na Coreia do Sul
“As tantas formas de escravidão, de mercantilização, de mutilação do corpo das mulheres nos comprometem, portanto, a trabalhar para derrotar esta forma de degradação que o reduz a um puro objeto de venda nos vários mercados. Desejo chamar à atenção, neste contexto, a dolorosa situação de tantas mulheres pobres, obrigadas a viver em condições de perigo, de exploração, relegadas às margens das sociedades e vítimas de uma cultura do descartável”.
“Símbolo de vida, o corpo feminino é, infelizmente com frequência, agredido e deturpado também por aqueles que deveriam ser os seus guardas e companheiros de vida”.
7 de Fevereiro de 2015, Sala do Consistório, no Vaticano
Discurso do Papa Francisco aos participantes na Plenária do Pontifício Conselho para a Cultura

Fonte: http://www.a12.com/santo-padre/noticias/detalhes/papa-francisco-e-as-mulheres

Paróquia Bom Jesus dos Migrantes

Leave A Response

* Denotes Required Field